sábado, 27 de dezembro de 2008

O deserto . 26

[Maha Malluh - Merwed]

(26)
afogou-se uma estrela em sangue -

o sangue de que um menino falava
e murmurava aos amigos:
não se contam no céu
senão alguns buracos a que chamam estrelas

Adónis (Adûnis)


Tradução: André Simões

٢٦
غر
قت نجمة في الدماء -
الدماء التي كان طفل يحدث عنها
ويوشوش أصحابه:
لم يعد في السماء
غير بعض الثقوب التي سميت أنجما


N.B.: trata-se da 26.ª secção de "O deserto (diário de Beirute sitiada)"

1 comentário:

Amoreena... disse...

Adorei a proposta do seu blog... Textos lindos e estranhamente familiares que comovem.

Saudações!